A Escada

A Escada  <<Uma quádrupla esfera de fogo rege a Obra>>.

<<A de baixo é de Vulcano, a segunda mostra Mercúrio, a terceira é a da Lua, e no cimo ergue-se o Sol, que é o fogo da natureza. Deixa que esta cadeia seja teu guia, e que oriente as tuas mãos nessa arte>>.  O fogo inferior, elementar, cujo governo é o alfa e o ómega da obra, penetra todos os outros e mantém magneticamente unida a cadeia. Cada fogo tem o seu próprio centro e movimento na Obra, e um afecta o outro. Os fogos lunar e mercurial são mestrua, enérgicos e solventes. Ele chama-lhe dragões, que devoram, empelem e transformam as serpentes do seu próprio sexo.

 

 

O Fogo Superior, solar, é o grande arcano, a que Paracelso chamou o brilhante <<fogo celestial>>, em contraste com o fogo elementar e negro. Este fogo é o agente criador da Obra. Alexander von Bernus assinalou grande afinidade entre as palavras latinas Sol e Sal.

Michael Maier, Atalanta fugiens, Oppenheim, 1618

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Ensaios e marcada com a tag , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

One Response to A Escada

  1. euclidespaim disse:

    Segue o link para a imagem em alta definição: http://euclidespaim.googlepages.com/DSC01624.JPG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s